Globos

Globo terrestre e Globo Celeste

Oficina de Willem Jansz Blaeu.
Origem: Holanda.
Circa 1645.
Madeira, pasta de papel e papel.
Diâmetro: 680 mm.

MM.05251 (Globo terrestre)
MM.05252 (Globo celeste)

Os descobrimentos europeus possibilitaram um alargamento significativo do conhecimento geográfico. Permitiram ainda a descoberta de novas constelações, até então desconhecidas dos povos do hemisfério norte. A forma mais rigorosa de representar essas realidades, geográfica e cosmográfica, consistia no uso de globos. Estes eram na maior parte dos casos profusamente decorados, sendo frequentemente usados como uma forma de demonstrar o prestígio do seu proprietário.

O Museu de Marinha possui um magnífico par de globos, do século XVII, produzidos nas oficinas de Willem Jans Blaeu, famoso construtor holandês de globos. Considera-se que o globo terrestre é datado de c. 1645, enquanto que o celeste será de c. 1700. Foram ambos fabricados depois da morte de Blaeu, que ocorreu em 1638.