Projeto Tartaruga

Um acontecimento veio perturbar o equilíbrio do Mar. Uma tartaruga, chamada Tartaruga, conquista o poder e é eleita Rei-dos-Mares. Através dos novos decretos do Rei-Tartaruga, passamos a conhecer o seu perfil de líder, e todas as outras personagens da história, e respetivamente, os seus instrumentos representantes. O resultado do seu governo é terrível, e ficamos assim a conhecer também os efeitos da poluição sobre a fauna marinha. São dados alguns exemplos: centenas de focas morrem anualmente por serem apanhadas nas precintas plásticas que mantêm unidas as latas de bebida; as aves marinhas ingerem tampas das garrafas de plástico que flutuam à superfície do mar, causando enfartamento e impedindo-as de se alimentarem adequadamente; uma pastilha elástica demora cerca de 5 anos a ser absorvida pela natureza… Entretanto, no Mar, o medo generaliza-se, muitos enlouquecem, a maior parte está doente. Todos os habitantes do Mar se revoltam, e o Tartaruga é obrigado a fugir. Ao fugir, apercebe-se que, apesar de trapalhão em terra, ele sabe nadar com grande elegância e rapidez, tal como os peixes que tinha invejado. Tem agora uma nova ideia: volta e encontra-se com o Peixe-Rei, devolve-lhe o ceptro, pede desculpa a todos e apresenta-a: e se todos juntos limpássemos o Mar! E não é que, ao limpar o Mar, descobriram mesmo um tesouro! Chamaram-lhe CONHECIMENTO!

Música e história Jorge Salgueiro SAJ B
Interpretação Banda da Armada Portuguesa
Narração Raul Atalaia (Teatro O Bando)
Produção Foco Musical

A fábula sinfónica “Projeto Tartaruga” venceu em 2015 o prémio “YAMA PUBLIC CHOICE AWARD” cuja cerimónia dos YOUNG AUDIENCES MUSIC AWARDS decorreu no dia 15 de setembro de 2015 em Zagreb, Croácia e é uma iniciativa da JEUNESSES MUSICALES INTERNACIONAL.